São João


Imortalizado na Tropicália por Caetano Veloso, na canção que leva o sintético titulo “Sampa”, o cruzamento da Avenida Ipiranga com a Avenida São João, é uma celebre encruzilhada que une duas das principais ruas do centro de São Paulo.

A avenida Ipiranga originou-se da união do "beco do Mata-Fome", passagem de tropeiros e seu gado, que iam rumo ao matadouro situado no bairro da Liberdade, com o "Beco dos Curros", nas imediações da atual Praça da República.

Sobre a Avenida Ipiranga estão os Cartões-Postais da cidade, Edifício Itália e prédio do Hilton Hotel, homenageados em um samba do Tom Zé, e o Copan, de Oscar Niemeyer.

Já a São João, que aparece como cenário interpretado por Adoniran Barbosa, Paulo Vanzolini, Inezita Barroso e Jean e Paulo Garfunkel, abriga em sua extensão o Edifício do Banespa, o Edifício Martinelli, o Palácio dos Correios, a Galeria do Rock e a Galeria Olido.

No ponto onde as duas se encontram, o Bar Brahma é um tradicional palco paulistano para grupos como os Demônios da Garoa, o conjunto vocal mais antigo do Brasil em atividade.