Ibirapuera


O nome Ibirapuera significa "árvore apodrecida" em língua tupi-guarani, e vem da aldeia indígena que ocupava a região alagadiça onde hoje é o Parque do Ibirapuera.

Após 27 anos de drenagem do solo por meio do plantio de eucaliptos, foi inaugurado em 1954 o mais importante parque urbano de São Paulo, em comemoração aos 400 da cidade. Com quase 2 km² de área, três lagos, ciclovia, quadras e pistas de cooper, o Ibirapuera é considerado a praia dos paulistanos.

O conjunto arquitetônico do Parque Ibirapuera, projetado por Oscar Niemeyer, abriga museus importantes como a sede da Bienal de São Paulo, a Oca, o Museu Afro Brasil e o Museu de Arte Moderna, além do Auditório Ibirapuera e de dois monumentos significativos: o Obelisco, símbolo da Revolução Constitucionalista de 1932, e o Monumento às Bandeiras do escultor Victor Brecheret, representando a união das diversas etnias (portugueses, negros, mamelucos e índios) que trouxeram progresso para o estado de São Paulo durante o século XVI, no movimento conhecido como bandeiras.
O monumento é popularmente chamado de Deixa-Que-Eu-Empurro, pelo fato de que as figuras à frente da comitiva não parecerem estar realmente tentando mover a canoa. A única figura que está se esforçando é a última, um índio que sozinho empurra o barco.